A terapia que educa a mente ajuda a emagrecer

Antes de consumir seja o que for, há constantemente um pensamento. Um pensamento que leva milhões de pessoas em todo o planeta a ingerir por impulso.  Você olha para a vitrina do da loja pensa «Hmm… que espaço delicioso. Não devia, porém não consigo resistir». Ao aprender a falar consigo o próprio, é provável mudar maneira como pensa sobre a comida, emagrecer sustentar a risca no final das contas.

É esta a proposta da psicóloga Judith Beck, que através da terapia cognitiva possui descendente a mudar (sempre) os hábitos alimentares dos seus pacientes no Beck Institute for Cognitive Therapy and Research, na Pensilvânia, nos Estados Unidos da América. Reconhecida internacionalmente pelo livro «The Beck Diet Solution: Train your brain to think like a thin person», publicado pela editora Oxmoor House, um bestseller pelo The New York Times, a psicóloga revela os segredos deste programa novador.

O que é nem mais nem menos a terapia cognitiva?

A terapia cognitiva é um gênero de de psicoterapia que provou ser eficiente numa série de obstáculos psicológicos. É baseada na teoria, validada através da busca, de que o pensamento é um componente-chave dos desvantagens psicológicos.
A terapia cognitiva ajuda os pacientes a identificar reformular os seus pensamentos irrealistas negativos. o conseguem, as pessoas sentem-se melhor são capazes de agir de modo mas positiva, o que as ajuda a atingir os seus objetivos.

Como sendo psicóloga decidiu auxiliar as pessoas a perder peso?

comecei a olhar pacientes com complicações como depressão impaciência reparei que pequeno número de deles tinham um objetivo suplementar de perda de peso. Depois percebi que várias das técnicas que ajudavam as pessoas a ultrapassar as suas desvantagens também podiam ajudá-las a emagrecer.

O que distingue a abordagem da terapia cognitiva ao perder peso?

O tratamento da perda de peso esteve continuamente centrado na alteração de maneiras, o que é alguma coisa precípuo porém não suficiente. As pessoas podem fazer alterações em curto prazo em sua maneiras de acreditar, porém para perder peso sustentar o peso desaparecido precisam, em primeiro lugar, de fazer mudanças permanentes na forma como pensam.

Que gênero de de pensamentos podem impedir-nos de perder peso?

Pensamentos derrotistas como, por ex, «Não faz problema ingerir isto porque estou feliz ou porque estou triste ou ainda porque estou cansado ou porque toda a gente está a consumir ou ainda porque é gratuito, porque é uma ocasião peculiar porque me apetece ou porque compenso mas inoportunamente»… Gênero de pensamentos impede-nos de emagrecer.

Que provas existem a respeito de da eficiência desta terapia na perda de peso?

Numerosos estudos científicos demonstram que esta abordagem, combinada com aconselhamento nutricional tirocínio físico, é eficiente. A sua eficiência reside na ênfase de ensinar competências às pessoas, por ex, como motivar-se a si próprio todos e cada um dos dias.

Como conseguir ingerir sentado à mesa, lentamente a usufruir qualquer garfada. Como erigir a autoconfiança. Como gerar tempo força para fazer dieta. Como satisfazer com a fome, os desejos a comida emocional. Como regressar detrás logo depois um excesso.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.